Atendimento em Língua Gestual Portuguesa

Formulário de marcação de atendimento em lingua gestual portuguesa

O formulario é destinado exclusivamente a pessoas surdas ou pessoas com dificuldades auditivas

  • Caso pretenda alguma informação, verifique se a sua questão pode ser respondida através da pesquisa no nosso catálogo de serviços ou do atendimento via Ajuda Online (canto inferior direito do site).

  • Para registar uma ocorrência na cidade (recolha de objetos fora de uso, viatura abandonada, avaria num candeeiro, entre outros), aceda ao Portal na Minha Rua Lx.

Preencher formulário

Identificação
Descrição
Informação sobre proteção dos dados
Responsável pelo tratamento - O Município de Lisboa, através do Departamento da Relação com o Munícipe e Participação com os contactos, Campo Grande, 25, 1º A 1749-099 Lisboa e sg.drmp@cm-lisboa.pt.
Finalidade e licitude do tratamento – O tratamento dos dados pessoais é realizado exclusivamente para garantir às pessoas surdas a acessibilidade dos serviços municipais, disponibilizando atendimento com a presença de um intérprete de língua gestual portuguesa, mediante marcação prévia online, com base no consentimento (al. a) do nº 1, do art. 6º do RGPD) e art. 31º do RGPD.
Consequência do não fornecimento dos dados – O não preenchimento dos dados pessoais obrigatórios inviabiliza o seu pedido de agendamento.
Categorias de dados pessoais – Os dados pessoais recolhidos são: nome, freguesia, concelho, telefone e email.
Destinatários dos dados – O Município de Lisboa na primeira fase, sendo depositário dos dados primários e podendo numa fase posterior ser remetidos como dados secundários, após a pseudonimização, às seguintes entidades, salvaguardando-se sempre as finalidades acima especificadas:
Federação Portuguesa das Associações de Surdos NIPC: 503 192 600, Morada: Praceta Miguel Cláudio, nº3 B, Amadora.
Conservação dos dados pessoais – Os dados recolhidos são conservados pelo tempo necessário para a concretização das finalidades acima descritas, circunscrito ao período do mandato autárquico.
Direitos dos titulares dos dados pessoais - Os titulares têm os seguintes direitos sobre os dados pessoais que lhes digam respeito: [1] A exercer perante o Município de Lisboa: direito de informação; direito de acesso; direito de retificação dos dados inexatos; direito ao apagamento; direito à limitação do tratamento; direito de portabilidade dos dados; direito de oposição ao tratamento; direito a não ficar sujeito a decisões exclusivamente automatizadas, incluindo a definição de perfis; nas situações de consentimento, direito de retirar consentimento em qualquer altura, sem comprometer a licitude do tratamento efetuado com base no consentimento previamente dado. [2] A exercer perante o Encarregado de Proteção de Dados (através do email dpo@cm-lisboa.pt ou por carta para Campo Grande, 25, Bloco E, 2º Piso, 1749-099 Lisboa): direito de apresentar exposições. [3] A exercer perante a autoridade de controlo (nomeadamente, Comissão Nacional de Proteção de Dados): direito de apresentar reclamação. [4] A exercer perante as instâncias jurisdicionais competentes: direito a ação judicial e a indemnização no caso de violação dos seus direitos.
* Campo de preenchimento obrigatório